Noticias

AOFA presente nas comemorações, em Lisboa, do “Dia Nacional do Sargento”

A convite da Direção da Associação Nacional de Sargentos (ANS), a AOFA esteve presente na sessão comemorativa do “Dia Nacional do Sargento” tendo sido representada pelo Presidente do Conselho Nacional, Tenente-Coronel António Costa Mota e pelo Secretário-Geral, Capitão-Tenente Diocleciano Branco Batista.

A cerimónia decorreu na Casa do Alentejo e nela estiveram também presentes representantes da Associação de Praças, Clubes Militares, diversos Sindicatos e Confederações Sindicais (CGTP e UGT), para além de um muito significativo número de Sargentos dos três Ramos das Forças Armadas.

Em moldes diferentes do que tem ocorrido em anos anteriores, toda a sessão foi preenchida com intervenções por parte dos presentes na assistência, Sargentos mas igualmente boa parte dos representantes das Entidades convidadas, o que lhe conferiu, como era objetivo, um carácter de sessão de trabalho que em nossa opinião foi muito profícua.

Por parte da AOFA interveio o nosso Secretário-Geral.

Seguiu-se o já tradicional almoço de confraternização.

Ao longo da última semana a AOFA divulgou através de todos os canais internos de comunicação, bem como na rede social Facebook, uma “Saudação aos Sargentos de Portugal” que oportunamente dirigimos à Direção da ANS e que se transcreve:

 

Saudação da AOFA aos Sargentos de Portugal

 Num momento importante em que a Associação Nacional de Sargentos (ANS), por todo o país, procede às comemorações de mais um Dia Nacional do Sargento, a Associação de Oficiais das Forças Armadas (AOFA) faz questão absoluta de vos transmitir os nossos mais sinceros parabéns, solidariedade e apoio incondicional nestas comemorações.

O dia 31 de janeiro que em uníssono e desde sempre caracterizamos e reconhecemos como o “Dia Nacional do Sargento” é e será sempre uma data marcante para os Sargentos de Portugal mas igualmente uma data bem vincada para todos os que, de forma organizada e abnegada, lutam pelos mais legítimos Direitos, Interesses e Expectativas dos Militares Portugueses.
Nunca será demais reafirmarmos a nossa União, Coesão, Camaradagem, Lealdade e Solidariedade, tanto mais que à medida que todos nos afirmamos no panorama associativo nacional são cada vez mais aqueles que nos temem e tentam, por todos os meios, criar divisões entre nós.
Respeitando sempre as autonomias que caracterizam as nossas Associações, nada e muito menos ninguém quebrará os laços fortes que nos unem. Somos e seremos Militares (cada vez mais) Unidos.
Forte abraço para todos!

Previous post

AOFA presente na sessão de encerramento do 28º Congresso do CDS/PP

Next post

Associações Profissionais de Militares promovem Reunião de Militares Lisboa

admin