A má situação do Serviço de Apoio Médico do Centro de Apoio Social de Oeiras/IASFA

Dado o seu interesse, reproduzimos o mail enviado aos Oficiais das Forças Armadas, a diversas entidades (nomeadamente: PR, PM, MDN, Chefes Militares), às Associações Profissionais de Militares, às Organizações representativas dos Ex-Combatentes e Órgãos de Comunicação Social:

“A má situação do SAMED/CASOeiras/IASFA

Pretende marcar uma consulta de Otorrinolaringologia? Não há essa valência!

Pretende uma outra de Urologia? Também não há!

Pretende, tão simplesmente, fazer um RX? Impossível, pois não existe o serviço desde há anos!

Etc.

Em Janeiro de 2016, prometeu o IASFA, numa altura em que a Vogal do Conselho Diretivo se encontrava sem outra companhia nesse órgão, a reposição das valências entretanto perdidas.

Até ver!

Sucede que, em tempos, o SAMED foi alvo de profundas (e caras) obras de remodelação. Agora, face à ausência de oferta dos serviços indispensáveis aos beneficiários, o aspeto das salas de espera é confrangedor, de vazias que se encontram quase permanentemente.

Os beneficiários foram empurrados, é o termo, para as entidades privadas prestadoras de cuidados de saúde.

Prejudicados? Quase certamente a ADM, por esse recurso lhe sair muito provavelmente mais caro, e os beneficiários, uma vez que têm que pagar a respetiva taxa junto dessas entidades.

Beneficiados? Para além dos prestadores privados dos cuidados de saúde, os serviços de táxis e transportes de doentes a que têm que recorrer os beneficiários, nomeadamente os residentes no CASOeiras muitos deles incapacitados de se deslocarem pelos seus próprios meios.

Até quando?

O Presidente do CN/AOFA

António Augusto Proença da Costa Mota

Tenente-Coronel”

Voltar


@ 2011 - AOFA - Todos os direitos reservados
E-mail: geral@aofa.pt
Av. Bulhão Pato, nº 7 – 1º Andar
2825-846 Trafaria PORTUGAL
Tels: 214417744 - 912500813
Fax: 214406802
Powered by António Chaves - Optimizado para Internet Explorer 8 ou superior e resolução 1024x768.