Noticias

AOFA e Antigos Militares afinam estratégias e avançam

Dando sequência ao processo iniciado em 2018 e que levou à concretização (inscrição legal do artigo 22 no OE2021) dos mais legítimos anseios dos Antigos Militares que transitaram para a Administração Pública, mas porque o governo continua a incumprir com o que está estipulado na Lei ao não dar orientações claras aos serviços para que considerem as avaliações obtidas por estes Militares para efeitos da sua progressão nas carreiras, a AOFA reuniu a 21 de setembro com os Antigos Militares e, em conjunto, foi definida a estratégia a seguir, por forma a que a Lei seja cabalmente cumprida.

Numa primeira fase foi decidido produzir dois documentos, um Comunicado de Imprensa e um Ofício, este último dirigido à Ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública com conhecimento à Presidência da Assembleia da República, Primeiro-Ministro, Ministro da Defesa Nacional, Casa Militar do Presidente da República, Grupos Parlamentares, Comissão de Defesa, Chefias Militares e todos os principais Sindicatos de Trabalhadores da Administração Pública, afetos à CGTP e UGT.

Foi ainda decidido avaliar, durante a primeira quinzena de outubro e tendo por base as reações do Governo a estes documentos, o nível de implementação prática da Lei, sendo que os antigos Militares estão dispostos, com o apoio permanente da AOFA (muitas e muitos são Sócios/as), a avançar para iniciativas mais mediáticas caso o Governo mantenha a total inépcia, deliberada, até agora verificada.

Previous post

Comunicado de Imprensa

Next post

Comunicado de Imprensa

admin